sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Estudo: HUMILHAR - SE (2 Crônicas 7:14)



TEMA: HUMILHAR - SE
TEXTO: 2 Crônicas 7:14


Introdução:

Começaremos nosso estudo com esta frase: “A vida cristã se inicia quando a pessoa enfrenta a Deus e é confrontado o seu antigo estilo de vida natural com o novo estilo de vida instituído por Deus.”
Somos o povo de Deus, somos aqueles que recebem o SEU NOME, reconhecem o SEU PODER e apelam à eterna misericórdia do Senhor. Através da Bíblia, é manifestada a convicção de que somente o que se humilha pode conhecer as bênçãos de Deus. (Tg 4.6,10, Jó 22.29, Is 57.15, Mt 5.3, 1ªPe 5.6).
Se formos buscar no dicionário o significado do verbo HUMILHAR encontraremos que é ser humilde ou ainda submeter-se. Quando o mundo fala sobre HUMILHAÇÂO, entende por algo deprimente e vergonhoso, interessante que este conceito ajusta-se perfeitamente às exigências da nossa velha natureza pecaminosa. O nosso velho homem recusa-se a submissão (HUMILHAR-SE).
Todavia muitas vezes nos enganamos sobre o que é realmente o verdadeiro ato de HUMILHAR-SE que Deus busca em nós, vejamos alguns exemplos:
● humilhar-se não é uma tintura de melhoria de procedimento;
● também não é desculpas desta ou daquela natureza;
● nem novos ou melhores votos;
● nem maior dose de boa vontade;
● nem mais simpatia para com a causa do Senhor;
● nem mesmo passar a contribuir mais com o Reino;

“HUMILHAR-SE não são atos esporádicos na vida, mas O ESTILO DE VIDA DE CRISTO, pois Jesus se humilhou a si mesmo para submeter-se ao PAI.”

O nosso verdadeiro e continuo ato de HUMILHAR-SE perante Deus se dá quando compreendemos três condições humanas:

1 - COMPREENDEMOS QUE SOMOS LIMITADOS
Nós precisamos compreender que fomos criados por Deus, somos criaturas e, como tudo que é criado tem as suas limitações, também somos limitados. Todavia Deus como, nosso Criador e Senhor, nos conhece como nós realmente somos e sabe de tudo que precisamos.
Entretanto muitas vezes nos esquecemos de nossas limitações e queremos ser INDEPENDENTES de nosso Criador e Senhor, achando que podemos solucionar situações, vencer problemas independentes do Senhor.
Em Jo 15.5 e Lc 12.25 Jesus deixa bem claro que sem ELE nada podemos fazer, ou seja, ele está nos chamando para uma relação de DEPENDÊNCIA de ELE, somente através dele seremos frutíferos.
“O motivo pelo qual muitos ainda estão angustiados, buscando e progredindo lentamente é que ainda não chegaram ao fim de si mesmos”. Nós ainda tentamos comandar e meter o bedelho no trabalho que Deus realiza dentro de nós. “Martinho Lutero entendia que quando o cristão reconhece sua dependência de Deus, ele estaria humilhando-se diante do Senhor.”

“QUANDO VIVEMOS ESTA DEPENDÊNCIA NOS TORNAMOS REALMENTE VENCEDORES NESTA VIDA, PORQUE, A ENFRENTAMOS NÃO COM AS MINGUADAS FORÇAS QUE AINDA TEMOS, MAS NA DIREÇÃO DE DEUS.”

2 - QUANDO COMPREENDEMOS O NOSSO PECADO
Em Sl 38.18 e Sl 51.2 Davi confessa o seu pecado, buscando o perdão divino e a purificação de seu coração. Mas porque será que Davi além do perdão também clamou pela purificação de seu coração?
Precisamos entender que nossos atos pecaminosos são o fruto natural da nossa natureza caída (Rm 3.23), Davi também no Sl 51.5 percebeu esta triste verdade.

Todavia quando o SANGUE de JESUS nos purifica, de uma vez por todas DESFAZ-SE ESTA TRISTE VERDADE e assim poderemos viver eticamente puros de acordo com os padrões de Deus, pois temos uma natureza purificada onde os atos pecaminosos NÃO são consequências naturais desta NOVA NATUREZA.

“AINDA QUE O DIABO DIGA QUE VC NÃO CONSEGUE VENCER O PECADO, SAIBA QUE O SANGUE DE CRISTO QUEBROU O DOMINIO DO PECADO E AGORA SOMOS LIVRES PARA SERVIR AO SENHOR.”

3 - QUANDO RECONHECEMOS AS NOSSAS FRAQUEZAS
Há um ditado que diz: “O mundo é dos fortes”. Esse ditado faz esta afirmação, mas de que tipo de fortes ele diz? Segundo os padrões deste mundo: “Forte é aquele que não apresenta nenhum sinal de fraqueza.”.
Somos confrontados todos os dias em diversas áreas de nossa vida onde não podemos demonstrar nenhum sinal de fraqueza, entretanto o que a Bíblia nos ensina? Será que a Palavra de Deus compartilha do mesmo padrão deste mundo?
Em MC 14.27,29,30 Pedro tenta mostrar para Jesus que, ele, jamais se escandalizaria com o que viesse a acontecer com o mestre (versículo 29), embora Jesus tivesse advertido a todos os discípulos do contrario (versículo 27). No entanto Pedro pensou que o seu convívio de 3 anos com Jesus já o tinha fortalecido o suficiente e ele não se escandalizaria com o Mestre, Pedro confiou em si mesmo, mas Jesus o avisa do contrario no versículo 30.
Os acontecimentos se desenrolam e Jesus é preso e Pedro, em Mc 14.72, após ter negado o Mestre por 3 vezes e o galo ter cantado, reconhece que fracassou e chora desesperadamente. Pedro não era tão forte com pensava.

“JESUS ESTÁ BEM PERTO DE CADA UM DE NÓS PARA NÓS AJUDAR EM NOSSAS FRAQUEZAS.”

Em Sl 38.17,19,21,22 Davi pede que Deus não o desampare, nem se ausente dele e socorra-o diante de tão fortes situações que o perturbam, sabendo ele da sua fraqueza.
Davi reconhece que somente a fortaleza e o poder de Deus podem ajuda-lo a vencer as suas fraquezas e ser forte. 
O apostolo Paulo em 2 Cor 12.9,10 também reconheceu que só a graça de Cristo seria suficiente para fortalecê-lo, não adiantava confiar em si mesmo.
E por fim vamos ler João 21.15-18, vemos agora Pedro, reconhecendo as suas fraquezas, faz uma declaração linda no versículo 17.

“ASSIM COMO PEDRO, RECONHEÇAMOS QUEM REALMENTE SOMOS, E FAÇAMOS ESSA DECLARAÇÃO AO SENHOR JESUS DIARIAMENTE”.

CONCLUSÃO

Quando temos a compreensão das nossas verdadeiras condições:

1-    Limitados, mas dependentes de Deus;

2-    Pecadores, mas livres pelo Sangue de Jesus;

3-    Fracos, mas fortalecidos pelo Senhor e no seu Poder.

Se as vivermos diariamente em nosso relacionamento com Deus estaremos, então, nos humilhando perante o Senhor e quando temos este estilo de vida seremos sarados e a nossa terra produzirá muitos frutos para a gloria de Deus. (Tg 4.10)

“SUA VIDA NÃO É INÚTIL”

“SEUS FRACASSOS NÃO SÃO FATAIS”

“SOMENTE QUANDO COMPREENDEMOS A NOSSA POBREZA É QUE VAMOS SUPLICAR PELOS TESOUROS DO AMOR DE DEUS”

Deus abençoe!

 Pregação Alexandre (I.B.M.R) 24/02/2013


7 comentários:

  1. Tudo de bom, Pai tem misericórdia de nós!

    ResponderExcluir
  2. Na verdade não quero ficar no anonimato, não é a intenção! gostaria que todos lessem e aprendessem das escrituras , que tesouro inesgotável!

    ResponderExcluir
  3. Glória seja dada ao Todo Poderoso Deus. Obrigada pela palavra Ó Senhor, e abençoa a quem fez este estudo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pela palavra rica em conhecimento e esclarecimento . Deus continue te abençoando.

      Excluir